JORNADA ESPIRITUAL ÍNDIA 2018 
Despertar da Essência | 24/02/18 – 14/03/18
A minha vivência na Índia me tocou demais, divido então com vocês sobre a cultura e hábitos desse país que tanto que fascina e também um pouquinho da minha vivência por lá!

A Jornada Espiritual Índia 2018 surgiu da vontade das organizadoras de não oferecerem apenas uma viagem de turismo comum, mas sim, possibilitarem para as pessoas um mergulho na espiritualidade da Índia e criarem com isso, uma grande experiência de autoconhecimento e evolução pessoal.
 

O objetivo dessa viagem é para um turismo espiritual e consciente, que proporcionará um contato próximo com o povo, a cultura, a filosofia hindu e também permitirá a visita de templos de diferentes religiões, locais sagrados, vivenciar cerimônia ancestrais, experienciar os mais diversos aromas, cores, sabores, acompanhar os satsangs dos principais mestres espirituais da atualidade e principalmente a entrar em profunda conexão com a potente e transformadora energia dessa terra sagrada gerando o despertar para a essência de cada pessoa.
 

Para isso, além de todas as visitas e contato com locais e conhecimentos sagrados, serão oferecidas pelas organizadoras meditações, reflexões, práticas de yoga, vivências e rituais durante todo o roteiro para aprofundar a espiritualidade e potencializar os benefícios dessa jornada espiritual em conexão com as deidades e filosofia hindu.

Embarque para uma viagem inesquecível, percorrendo as cidades mais sagradas, encontrando mestres e gurus, com toda a assistência, conforto e pelo melhor preço.
 

:: *SAÍDA BRASIL*: 24/02/18 (Sábado)
:: *RETORNO BRASIL*: 14/03/18 (Quinta) 


:: INFORMAÇÕES / ROTEIRO COMPLETO / VALORES:

jornadaindia@costabrava.com.br

:: LINK DO EVENTO: bit.ly/JornadaÍndia2018

#JornadaEspiritualIndia2018 #Índia #DespertarEssencial #CostaBrava#TurismoEspiritual #TurismoConsciente

Eu não sou mais a mesma após a Índia.
 

Sim, essa vivência mexeu profundamente com cada célula do meu corpo, com a minha visão e forma de vivenciar o mundo, de interagir comigo mesma, com as pessoas, com a espiritualidade, me fez repensar muitas coisas que estavam enraizadas como verdades absolutas. Também sinto minha energia diferente, mais centrada, a conexão com o Divino ainda mais intensa e mais confiante na sabedoria do universo.
 

Os dias que passei lá me fizeram mais forte, ainda mais conectada, aberta para o meu propósito, para a abundância e para tudo o que eu sinto que vim realizar aqui na Terra.

Sou eternamente grata a tudo o que vivenciei por lá e isso me inspirou a querer proporcionar que mais e mais pessoas, homens e mulheres, tenham essa experiência e conheçam a Índia da forma sagrada que eu conheci, portanto, convido você para embarcar comigo nessa jornada de 24/02/18 – 14/03/18.
 


:: Informações / Roteiro Completo:  

jornadaindia@costabrava.com.br
 

:: Link do Evento: bit.ly/JornadaÍndia2018
 

#JornadaEspiritualIndia2018 #Índia #DespertarEssencial #CostaBrava#TurismoEspiritual #TurismoConsciente

** RITUAIS – PARTE 1 **
 

Ritual é uma cerimônia onde se atribuem intenções a gestos e símbolos com objetivos específicos.

Em uma jornada é importante se conectar com as boas vibrações que ela pode proporcionar, por isso, ao longo da viagem participaremos de vários rituais, sendo alguns deles:
 

- Ritual inicial: intencionando os objetivos pessoais em conexão com energia de Ganesha (Deidade Hindu) que abre os caminhos e remove obstáculo
 

- Ritual Aarti: nas margens do Rio Ganges no pôr do sol onde os hindus agradecem as divindades pela luz que recebemos.

** RITUAIS – PARTE 2 **

Em minha vivência na Índia conduzi alguns rituais, mas o que mais me tocou foram os momentos que participei dos rituais hindus.
 

Ao estar ali, ouvindo os mantras entoados, ao ver o fogo sendo aceso, as flores e cada símbolo sendo usados de forma sagrada, tive uma sensação de pertencimento e muita honra por se tratarem de conhecimentos ancestrais antigos e preciosos.

Apesar de não entender nenhuma palavra, aquela experiência transcendeu qualquer entendimento racional, mental. 

Senti na pele as energias, vibrações, percebi a adoração e fé que conduziam cada momento e isso foi marcante, profundo, diferente de qualquer celebração religiosa que já havia participado.

**MEHNDI** 
 

É o nome indiano da pasta utilizada na arte de decoração corporal, o qual conhecemos como Henna (seu nome de origem persa).
 

Na Índia geralmente as mulheres são pintadas para cerimônias de casamento, eventos religiosos e em épocas festivas. Seu uso está relacionado a autoestima, natureza passageira e cíclica da vida, a celebração da beleza e alegria, a transcendência e transformação e está intimamente relacionada ao mundo feminino. Tradicionalmente são feitos desenhos de arabescos semelhantes a tribais, símbolos espirituais e mantras, sempre que possuam algum significado.
 

Quando estive na Índia quis passar pela experiência e pedi para desenharem flores, mandalas e um símbolo do OM, o qual me conecto desde criança. Adorei o cuidado da indiana que quis saber meu nome para poder escrevê-lo sua língua natal (Tâmil), o que proporcionou posteriormente aos indianos me chamarem pelo nome pela rua, foi muito especial!

** TEMPLO DE LÓTUS **
 

Sempre fui atraída pela flor de lótus e pude ter a oportunidade de ver ela pessoalmente na Índia e é lindíssima!

Visitar o Lótus Temple era algo que eu queria muito, mesmo sem conhecer a história que ele carregava, mas ao chegar lá e contemplar sua beleza, e mais do que isso, ao estar lá dentro, pude entender o chamado que meu coração fazia para ir lá.

Um local de meditação para todos os povos, uma energia maravilhosa, leve, pura, feminina e acolhedora. Ao meditar lá dentro me senti me dissolvendo, já não sentia mais tempo, espaço, era como se eu fosse a própria lótus desabrochando.

Esses chamados do coração estão sempre certos e cada vez mais e mais sinto e comprovo isso.

Se você também sente no coração a vontade de visitar e vivenciar a Índia, participe de nossa jornada!


** SAGRADO **


Sagrado é tudo o que merece veneração ou respeito, por ser considerado divino ou por estar relacionado à alguma divindade.

Na Índia o sagrado está em tudo, faz parte intrínseca do cotidiano das pessoas e a percepção disso vai além do racional, é um sentimento mesclado com emoções que reverberam internamente.

 

Ao despertar seus sentidos é possível ter uma conexão ampla com essa vivência, e sentir o sagrado nos aromas, nas cores, no sorriso das pessoas, nas diversas imagens de Deuses espalhados por todos os cantos e até nas coisas mais simples.

** FLOR DE LÓTUS **

É um grande símbolo e a flor nacional da Índia e simboliza a natureza e a essência viva de todos os seres e a pureza do corpo e da mente. 
Essa flor traz a qualidade de renascer do lodo e purifica a água, pois a filtra através de suas raízes profundas.
Ela está presente em diversos templos, sendo para enfeitar através de sua beleza ou para ser oferecida as divindades e também pela grande ligação com a espiritualidade, sendo a flor da Deusa Lakshmi, que traz prosperidade e abundância.

** TAJ MAHAL **

Deslumbramento é uma das palavras que descreve um pouco do que senti ao estar no Taj Mahal. 

O amor está presente em todos os cantos e detalhes, mas também a dor. É uma história bonita, triste, intrigante... tudo junto e misturado.
 

Ao ver o monumento pela primeira vez fiquei parada alguns minutos apreciando, faltou o ar, tive um mix de sensações invadindo meu peito e quando entrei de fato no mausoléu uma emoção enorme me tocou e chorei muito. Um choro que não tem muita explicação, não era racional, veio de algum local profundo. Foi um emaranhado de emoções das mais diversas possíveis.
 

Imaginava que aquele local iria me tocar por sua beleza, mas foi muito além.... apesar de muitas questões negativas na história, resolvi escolher que estar naquele local era uma forma de celebrar o amor e é essa sensação que levarei no peito.
 

** DIWALI **
 

Dia 19/10 comemorou-se o Festival das Luzes na índia, o Diwali, que é uma festa com cunho religioso que tem duração de cinco dias, sendo o 3º dia a festa oficial. Tem como celebração a vitória da luz sobre a escuridão, do bem sobre o mal e também da conhecimento sobre a ignorância. Ocorre durante a noite mais escura do outono, marcando a transição entre a Lua Minguante com a Lua Crescente.
 

A comemoração acontece com muita fartura de comida, orações à Deusa Lakshmi pedindo saúde e prosperidade, visita a templos, utilização de roupas novas, abundância de doces e fogos de artifício.

Também são feitos rituais, nos quais acedem as diyas, que são pequenas lâmpadas e também enfeitam as casas com luzes com o objetivo de pedir que a Deusa Lakshmi abençoe os lares.
 

Abra-se para receber a luz divina!

Namastê!

** POVO INDIANO **

Uma das experiências mais fantásticas e gostosas que senti foi ao receber todos os sorrisos por trás das carinhas de curiosidade e entusiasmo do povo indiano ao me verem. Principalmente por eu estar sempre usando trajes típicos indianos, isso chamava muito a atenção deles, e o tempo todo me pediam para tirar fotos com eles, famílias inteiras vinham aparecer na foto.
 

Receber todo aquele carinho e acolhimento não tem preço, a energia deles realmente é muito forte.

** RISHIKESH **
 

Está localizada no norte da índia e aos pés do Himalaia, é banhada pelo sagrado Rio Ganges e considerada a Capital Mundial da Yoga.
 

Santos, yogis e sábios visitaram e visitam Rishikesh para buscar elevação de conhecimento e também tem meditado às margens do Ganges desde a antiguidade.

A cidade possui vários templos hindus, tanto antigos quanto recentes, e diversos ashrams e centros de Yoga, e é uma região considerada pelos hindus como sagrada.
 

O grupo britânico "The Beatles" tiveram uma vivência em um ashram em Rishikesh onde meditaram e compuseram diversas músicas.

** CULINÁRIA AYURVEDICA **

Foi extremamente rica e deliciosa a experiência gastronômica com comida vegetariana baseada na ayurveda que tive na Índia.
 

Tudo bem ritualístico, seguindo uma ordem e uma forma correta e equilibrada de se comer, sendo as composições contendo os 6 diferentes sabores que devemos consumir diariamente (doce, ácido, salgado, picante, amargo e adstringente),achei tudo super gostoso!


Foi lindo de ver o prato de folha de bananeira, cheio de aromas, sabores, ardência e cores, além da experiência que achei extremamente prazerosa de comer com a mão.

🕉 ✨OM GAM GANAPATAYE NAMAHA ✨🕉

🐘 JAYA GANESHA 🐘
 

Dia 25/08 é considerado dia de Ganesha, que é aquele que abre os caminhos e remove os obstáculos, é uma das Deidades mais conhecidas e cultuadas na Índia.

Essa frequência divina é conectada diretamente ao nosso primeiro chakra, e é o Deus Hindu da fortuna, sucesso, boa sorte e da prosperidade.
 

Se você decidiu dizer SIM para a vida, sim para a realização, para a abundância, conecte-se com Ele para abrir seus caminhos e te trazer a força do poder de realização.

Como bem disse Prem Baba, o mestre espiritual brasileiro: "Quando nos libertamos dos nãos, ou seja, dos obstáculos que nós mesmos criamos para a nossa felicidade, tudo se torna possível. Esse é o poder de Ganesha".
 

Se você tem interesse em se conectar diretamente a essa energia, venha para a Jornada Espiritual Índia em 2018.

Namastê 🙏📿🐘 🇮🇳 🕉✨

** TEMPLOS HINDUS **

Um dos momentos mais aguardados em minha viagem para a Índia era o de visitar os templos das Deidades Hindus e realmente foi muito especial, pois a energia que se movimenta dentro desses espaços sagrados é simplesmente linda e inspiradora e foi algo diferente do que eu senti ao visitar igrejas e mesmo templos no Brasil.
 

A devoção, respeito e ritualismo que os indianos tem nesses locais me emocionou e tocou profundamente. Eles realmente sentem-se conectados com os Deuses, eles não estão distantes e tão ligados apenas a parte espiritual, como estou mais acostumada aqui no ocidente, mas os indianos se conectam por inteiro, a fé que os move é linda.

Entrar em contato com a energia das diversas Deidades foi muito forte e impactante, renovou minha forma de vivenciar minha própria espiritualidade.

**CULINÁRIA**
 

A Índia é sem dúvida um dos países que possui sua marca registrada na gastronomia mundial. Não há quem não reconheça o sabor e o aroma dos temperos indianos em qualquer preparação ou alimento. Suas especiarias são exportadas para todo o mundo e não é à toa que eles são utilizados nos alimentos.

Na Índia tudo tem um porquê e um propósito. Nunca duvide. Os pratos indianos são preparados sempre com o objetivo de despertar as sensações necessárias para o balanceamento das energias e equilíbrio do organismo. 

Durante a Jornada Espiritual Índia 2018 você poderá experimentar esses sabores por quase 20 dias e permitir uma renovação do seu organismo, aprendendo mais sobre a medicina Ayurvédica e sentindo em você os benefícios dessa filosofia de cura milenar.

** BINDI **
 

É utilizado ao centro da testa em meio às sobrancelhas, no chamado terceiro olho. O termo é derivado da palavra Bindu, que em Sânscrito significa ponto e geralmente aparece como um ponto vermelho e simboliza a força feminina (Shakti) e acredita-se que proteja as mulheres e seus maridos.
 

Um provérbio hindu diz: “A beleza de uma mulher é multiplicada mil vezes quando usa um bindi”, ressaltando o importante papel que o bindi possui para a beleza das indianas.

** ENERGIA **

Estar na Índia me fez entrar em contato com muitas coisas diferentes, mas o que mais me chamou a atenção foi a minha vitalidade e energia. A energia daquele país me contagiou de tal forma que passei os primeiros dias sem ter nem vontade de dormir querendo vivenciar ao máximo tudo.

Meu corpo pulsava e me sentia constantemente em estado de êxtase, com um mix de sentimentos que vinham da alegria de vivenciar um sonho, somado com o prazer pela comida, os aromas envolventes e todos os estímulos que recebia com as cores e sons que constituem a Índia.

Essa sensação transbordou e me deixou com um brilho nos olhos mais intenso que carrego comigo e que aumenta sempre que relembro dos momentos mágicos que passei naquele país!
 

** MISTICISMO **

Uma das coisas que mais chama a atenção e atrai um ocidental em relação aos indianos é sobre seu misticismo, pois é algo muito forte e presente para eles que demonstram sua fé e o respeito às tradições ao carregarem marcas e símbolos tanto em suas vestimentas quanto no rosto.

O bindi, usado no centro da testa, o sindoor (traço vermelho aplicado na cabeça) e o tilak, tintura também aplicada na testa em formato de V ou U, demonstram toda a força e a espiritualidade desse povo.

** NAMASTÊ **
 

Namastê foi uma das palavras que mais ouvi na Índia. Em todo e qualquer local que eu entrasse ou saísse esse era o cumprimento que recebia com todo o respeito acompanhado de mãos em prece e uma pequena curvatura.
 

Essa saudação tem origem do sânscrito, podendo também ser dita como namaskar e tem como significado algo que eu acho extremamente bonito e especial: “O Deus que habita no meu coração, saúda o Deus que habita no seu coração”, acredito que essa deveria ser a forma de todos os seres se olharem e se reconhecerem.

Dessa forma o respeito é disseminado e essa palavra torna-se um mantra emanado o dia todo.
 

Se você também está em um processo de autoconhecimento, busca pessoal e respeito por si mesmo e pelo próximo, participe conosco da Jornada Espiritual Índia 2018.

** VESTUÁRIO INDIANO **

 

Tive a possibilidade de experimentar um pouco do mundo dos hindus através de suas roupas. Durante minha estadia na Índia foi necessário usar peças mais longas, soltas e que não marcassem o corpo em respeito a cultura, principalmente para entrar nos templos e locais sagrados, nos quais também era necessário estar usando lenço.

Me considero uma pessoa "colorida", mas lá eu extrapolei qualquer barreira do que estava acostumada em termos de mistura de cores, estampas e acessórios. Usava sempre muitas pulseiras, colares, anéis, bindi e confesso que eu estava me sentindo sempre tão bem, mais alegre.

 

Durante minha visita ao Taj Mahal resolvi usar um traje típico e comprei especialmente uma roupa para aquela ocasião e foi incrível a experiência. Todos olhavam com curiosidade e admiração, várias famílias vieram conversar e tirar foto e disseram o quanto era especial verem ocidentais honrando os trajes típicos deles e o quanto achavam que ficávamos bonitos, foi muito gostoso, me senti de alguma forma pertencendo e isso foi acolher e inesquecível.

** INTERNATIONAL YOGA FESTIVAL (IYF) 2018 **
 

Durante os dias que estaremos na cidade de Rishikesh acontecerá o IYF - International Yoga Festival 2018, quem teve sua 1ª edição em 1989.

Neste período a cidade fica repleta de Yogacharyas (professores de yoga), mestres espirituais, estudantes e buscadores que chegam de todos os cantos do mundo para participar do programa.

As atividades acontecem durante o dia todo e são mais de 70 apresentações e práticas das mais variadas linhas de yoga, como: Ashtanga Yoga, Raja Yoga, Bhakti Yoga, Kundalini Yoga, Iyengar Yoga, Vinyasa Yoga, Yoga Bharat, Yoga Profundo, Shintoh Yoga e Somatics Yoga.

O evento conta também aulas de meditação, mudras, cânticos de sânscrito, reiki, filosofia indiana e muito mais. Além disso, discursos espirituais serão realizados por líderes espirituais reverenciados da Índia e do exterior, entre eles, o mestre e guru brasileiro SRI PREM BABA com satsangs em português.

Há apresentações culturais de dança e música que destacam a cultura desta região de Garhwal do Himalaia, bem como a música de músicos de Israel, Austrália e os EUA.

A participação no Festival Internacional de Yoga durante a viagem é opcional e o valor do festival é pago à parte diretamente para a organização do evento.

Fale conosco

Saiba mais

Siga-nos

Tel: (19) 9 8308-6666

  • w-facebook
  • w-linkedin

© 2019 por Despertar Essencial.